Notícias


21/09/21 Tempo de leitura: 2 min Por: greenlegis

Conteúdos Fundamentais para a implantação do Gerenciamento de Riscos Ocupacionais


Compartilhe com sua equipe:

São inúmeras as exigências na área de SST, tanto por parte das organizações, quanto por profissionais e gestores. Por isso, é importante estar sempre atento e atualizado para não ficar dependendo de publicações de Portarias, adiamentos e outras situações. Como por exemplo, a NR 1 é irreversível, construída com consulta pública e de forma tripartite, conforme preconiza a OIT.

Como desenvolver os processos para gerenciar os riscos ocupacionais nas organizações de uma forma bem-sucedida e com qualidade?

Inicialmente, vale ressaltar que nenhum risco pode ser considerado baixo ou irrelevante se não atende os requisitos legais ou se suas consequências são graves e atingem pessoas.

Portanto, listamos os CONTEÚDOS FUNDAMENTAIS PARA A IMPLANTAÇÃO DO GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS, onde o estudo dessas matérias e capacitações são importantes para a realização de um trabalho bem-sucedido e com qualidade, aplicando as boas práticas em Segurança e Saúde no Trabalho:

Checklist para diagnóstico da organização: definir os critérios e os procedimentos para identificar perigos e riscos.

  • Definição de planejamento e projeto.
  • Processo de Avaliação de Risco.
  • Estudar e pesquisar a ISO 31010:2012 Gestão de Riscos – Técnicas para o processo de avaliação de riscos: Lá aprenderão Análise de Risco – Tratamento dos Riscos – Valoração dos Riscos.
  • Elaboração correta das matrizes de risco.
  • Estudar e pesquisar a ISO 45001:2018 Gestão em Segurança e Saúde no Trabalho.
  • Segurança Baseada em Comportamento: para atender o item Percepção de Riscos Ocupacionais exigida pela NR 1, item 1.5.3.3.

Estudar e pesquisar sobre qual ferramenta que irá utilizar na AET (Ergonomia) e métodos que atenda o item 1.5.3.2.1 da NR 1:

  • Objetivo da avaliação;
  • Grau de detalhamento e profundidade;
  • Complexidade do processo de trabalho;
  • Rastreabilidade e reprodutibilidade;
  • Qualidade, quantidade e integridade das informações disponíveis
  • Experiência e capacidade da equipe;
  • Tipo de resultado esperado (quantitativo, qualitativo, semiquantativo)

– Metodologias a aplicar na Análise e Investigação de Acidentes

– Ferramentas para o Plano de Ação, ex.: 5W2H e SWOT

– Estudo da Convenção 174 da OIT (Acidentes Ampliados), visando atender o item 1.5.6 Preparação para Emergência e procedimentos de respostas. Práticas bem-sucedidas

– Consulta e Participação dos Trabalhadores – como proceder e elaborar

– Envolvimento das pessoas capacitadas + Lideranças

– Como elaborar a Análise Crítica e respectivo Relatório

– Como elaborar um Inventário de Riscos Ocupacionais de acordo com a organização

– Etapas e organização das Documentações, inclusive a elaboração de Manual de Compliance, baseado no atendimento aos requisitos legais e na Politica de SST da organização.

– Critérios e gestão do GRO PGR para MEI ME e EPP. Como elaborar?

– GRO e a Gestão FAP

– Como Acompanhar (auditoria) internamente (Amostras)

– Política de SST nas organizações

– Processo de Melhoria Contínua, indicadores e resultados (como elaborar).

– Treinamentos corporativos obrigatórios no formato EAD, previsto e com os critérios exigidos pela NR 1 Anexo II Diretrizes e requisitos mínimos para utilização da modalidade de ensino a distância e semipresencial.


Na implementação do controle, poderão ser analisadas as características de uma atividade controlada, para que depois se avalie a eficácia das medidas adotadas.

A norma não é engessada e indica algo contínuo e interativo, abrindo várias possibilidades para a realização do sistema de gestão (GRO).

Para que todas essas funcionalidades estejam presentes é fundamental contar com uma boa plataforma digital que as suporte bem, para cumprir todas as exigências e requisitos legais, oferecendo um conteúdo qualificado, principalmente para garantir a segurança e a saúde do trabalhador. Com o Sistema da GreenLegis – Perigos Ocupacionais, é possível planejar, estruturar, desenvolver, implementar e testar o sistema GRO PGR.

O estudo, pesquisa e atualização, são atividades inerentes da função de gestão de riscos ocupacionais, pois essa é uma área bastante dinâmica e a mudança do modelo para a Gestão em Segurança e Saúde no Trabalho compreende grandes desafios. Um novo tempo, com este novo ato normativo 1.5 da NR 1.


©José Augusto da Silva Filho | Consultor e Assessor Técnico em Segurança e Saúde no Trabalho | Jornalista Reg. Prof.: 089062/SP | Assessor Técnico da CSB na CTPP e nos GTTs, Instrutor Curso GRO/PGR. Contato: augusto@js.srv.br (11) 99320-8637 com whatsapp.


Prepare-se para a Nova NR 01 e o PGR/GRO.

O Sistema GreenLegis faz toda esta gestão desses requisitos técnicos e legais previstos na atual NR 1 GRO/PGR, pois ela se tornou a norma nuclear, que vai reger as demais normas e estabelece parâmetros para o gerenciamento de riscos ocupacionais.


Veja também

Informe o seu email e receba nossos conteúdos!


Fale Conosco

+55 31 2514-2521
+55 31 98117-6435
contato@greenlegis.com.br
Ouvidoria
Rua Gonçalves Dias 874,
sala 701 - Funcionários
Belo Horizonte / MG - Brasil
GreenLegis Serviços em Sustentabilidade © 2022. Todos os direitos reservados.